Biomusicalidade: a vida como obra de arte a partir da Musicoterapia Gestáltica e das Filosofias da I

No dia 31/07, recebemos Paulo-de-Tarso de Castro Peixoto com o encontro online "Biomusicalidade: a vida como obra de arte a partir da Musicoterapia Gestáltica e das Filosofias da Imanência".

Paulo-de-Tarso de Castro Peixoto é Pós-doutorando em Psicologia UFRJ, Pós-doutor em Filosofia – UFRJ e Université Paris Est-Créteil – Paris XII, Mestre e doutor em Psicologia – UFF (Niterói – RJ), Graduado em Musicoterapia – Conservatório Brasileiro de Música (RJ), Graduado em Filosofia – Universidade Metropolitana de Santos (SP), Compositor, pianista, escritor, possui obras e artigos que articulam os campos da arte, da filosofia, da Gestalt-Terapia, da Musicoterapia, Educação, Saúde Mental e Políticas Públicas.

Os participantes foram recebidos ao som ao vivo do piano, com uma música criada pelo convidado especialmente para o encontro. Formando, assim, uma ambiência sonora para trazer presença e consciência - estratégia que Paulo de Tarso relatou utilizar muitas vezes em seus atendimentos.Além de contar um pouco sobre a dinâmica dos atendimentos e projetos que se envolve com musicoterapia, utilizando toda sua bagagem, o convidado também trouxe reflexões profundas sobre a importância da arte para para dar corpo àquilo que é intangível e para “justificar” a vida. Enxergar a vida como obra de arte! Os participantes ainda puderam vivenciar uma linda prática: todos, de olhos fechados, foram convidados a apreciarem a música composta para o evento tocada ao vivo no piano e a escreverem livremente suas sensações, sentimentos e pensamentos no chat. Ao final, Paulo leu e musicalizou as escritas criativas fechando o encontro com poesia e esperança!

Confira o encontro na íntegra.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
  • Facebook Social Icon

Departamento de Arteterapia do Instituto Sedes Sapientiae

Rua Ministro de Godói, 1484 - Perdizes - São Paulo - SP

Logo do Sedes web.jpg